Água virtual: o que é? Existe mesmo? Como calcular?

Seg, 24 de Agosto de 2009 22:35 Rodrigo Travitzki Material didático/ pedagógico
Imprimir

Fiz um apanhado geral de informações sobre a tal da "água virtual", um conceito novo que, ao que parece, será muito falado pelos ecologistas e muito praticado pelos economistas. Para quem quiser entender melhor a idéia, leia um pouco sobre Pegada Ecológica, Capacidade de suporte ou Visão Sistêmica da natureza.


Sumário

Questões para os alunos
Consumo médio mensal de água
Consumo de água dentro de casa

Água Virtual
Quantificando a "água virtual" de alimentos:
E quanto uma pessoa consome de água virtual?
Água virtual nos alimentos
Água virtual no comércio global
Consumo de água virtual em diferentes países
Consumo de água virtual na Alemanha

Questões para os alunos

1- O que é água virtual?

2- A água virtual existe de verdade?

3- Compare o consumo de água virtual de diferentes coisas, discutindo o porquê das semelhanças/diferenças observadas.

4- Compare e discuta o consumo de água virtual do Brasil e da Alemanha.

5- Calcule, de forma estimada, seu consumo de água virtual em um dia.

6- Discuta as dificuldades de se calcular com precisão quanto uma pessoa consome de água virtual.

 


Consumo médio mensal de água

"De acordo com dados mundiais o gasto médio de água, tratada e encanada, é em torno de 5,4 m³ (metros cúbicos) por pessoa/mês." http://www.procon.sp.gov.br/texto.asp?id=681

O que daria 180 litros por dia.


Consumo de água dentro de casa

Hora do banho

Banho de ducha por 15 minutos, com o registro meio aberto, consome 243 litros de água. Se fechamos o registro, ao se ensaboar, e reduzimos o tempo para 5 minutos, o consumo cai para 81 litros.

No caso de banho com chuveiro elétrico, também em 15 minutos com o registro meio aberto, são gastos 144 litros na residência. Com os mesmos cuidados que com a ducha, o consumo cai para 48 litros.

Ao escovar os dentes

Se uma pessoa escova os dentes em cinco minutos com a torneira não muito aberta, gasta 80 litros de água. No entanto, se molhar a escova e fechar a torneira enquanto escova os dentes e, ainda, enxaguar a boca com um copo de água, consegue economizar mais de 79 litros de água.

Lavar o rosto

Ao lavar o rosto em um minuto, com a torneira meio aberta, uma pessoa gasta 16 litros de água. A dica é não demorar.

O mesmo vale para o barbear. Em 5 minutos gastam-se 80 litros de água. Com economia o consumo cai para 2 a 3 litros.

Descarga e vaso sanitário

Não use a privada como lixeira ou cinzeiro e nunca acione a descarga à toa, pois ela gasta muita água. Uma bacia sanitária com válvula com o tempo de acionamento de 6 segundos gasta de 10 a 14 litros. Bacias sanitárias de 6 litros por acionamento (fabricadas a partir de 2001) necessitam um tempo de acionamento 50% menor para efetuar a limpeza, neste caso pode-se chegar a volumes de 6 litros por descarga. Quando a válvula está defeituosa, pode chegar a gastar até 30 litros. Mantenha a válvula da descarga sempre regulada e conserte os vazamentos assim que eles forem notados.

Lugar de lixo é no lixo. Jogando no vaso sanit&aacut e;rio você pode entupir o encanamento. E o pior é que o lixo pode voltar pra sua casa.

Na cozinha

Ao lavar a louça, primeiro limpe os restos de comida dos pratos e panelas com esponja e sabão e, só aí, abra a torneira para molhá-los. Ensaboe tudo que tem que ser lavado e, então, abra a torneira novamente para novo enxágüe. Só ligue a máquina de lavar louça quando ela estiver cheia.

Lavar louça num apartamento, com a torneira meio aberta em 15 minutos, são utilizados 243 litros de água. Com economia o consumo pode chegar a 20 litros.

http://www.sabesp.com.br/CalandraWeb/CalandraRedirect/?temp=0&proj=pura&pub=T&db=&docid=C4B7E622A7962E6A8325711B005098ED


Água Virtual

http://www.sabesp.com.br/CalandraWeb/CalandraRedirect/?temp=4&proj=sabesp&pub=T&db=&docid=01DA58C98B0A62D7832571CA0046F76C

Estamos habituados a calcular, no uso doméstico, um consumo médio de 200 litros por habitante/dia. Porém, considerando outros usos, quantos litros de água uma pessoa consome por dia? A resposta está no cálculo da água virtual.

Mas, o que é "água virtual"?

É a quantidade de água gasta para produzir um bem, produto ou serviço. Ela está embutida no produto, não apenas no sentido visível, físico, mas também no sentido "virtual", considerando a água necessária aos processos produtivos.  É uma medida indireta dos recursos hídricos consumidos por um bem.

Por exemplo, para produtos primários como cereais e frutas, o cálculo da água virtual é relativamente simples: é a relação entre a quantidade total de água usada no cultivo e a produção obtida (m³/ton). A estimativa da água requerida no cultivo dos vários tipos de plantas é feita em função do tipo de solo, clima, técnica de plantio e irrigação, etc. Existem softwares que podem ser usados para este fim. Uma vez obtida a água virtual do produto primário, um inventário hídrico deve ser feito acompanhando os vários passos para obtenção do produto final.

O termo "água virtual" foi introduzido em 1993 por Tony Allan (1). Ele expôs essa idéia durante quase uma década para obter reconhecimento da importância do tema, que envolve disciplinas de meio ambiente, engenharia de alimentos, engenharia de produção agrícola, comércio internacional e tantas outras áreas que se relacionam com a água.

Atualmente, em discussões técnicas, esse parâmetro está sendo avaliado como um instrumento estratégico na política da água. É o caso do comércio agrícola, que promove uma gigantesca transferência de água de regiões onde ela se encontra de forma abundante e de baixo custo, para outras onde ela é escassa, cara e seu uso compete com outras prioridades.

Vale citar como exemplo a China, que importa cerca de 18 milhões de toneladas de soja por ano, a um custo de 3,5 milhões de dólares. Por esse caminho ingressam naquele país cerca de 45 milhões de m³ de água. Um recurso hídrico que a China não teria disponível para cultivar essa soja.

Outro exemplo que vale a pena citar é o das exportações de carne do Brasil. Em 2003, o país mandou para fora 1,3 milhão de toneladas de carne bovina, com uma receita cambial de 1,5 milhão de dólares. Por esse caminho, acabou exportando também 19,5 km³ de água virtual (19,5 bilhões de m³).

Deve ficar atento ao fato de que estas modalidades de comércio crescerão em futuro próximo, paralelamente ao esgotamento e a contaminação dos recursos hídricos.

Dados recentes da UNESCO (3) dão conta que o comércio global movimenta um volume anual de água virtual da ordem de 1.000 a 1.340 km³, sendo:

- 67 % relacionados com o comércio de produtos agrícolas;

-  23 % relacionados com o comércio produtos animais;

-  10 % relacionados com produtos industriais.

No 3º Fórum Mundial da Água, realizado em 2003 nas cidades de Kyoto, Shiga e Osaka, o Brasil foi citado como o 10º exportador de água virtual (atrás de Estados Unidos, Canadá, Tailândia, Argentina, Índia, Austrália, Vietnam, França e Guatemala). Os maiores importadores são: Sri Lanka, Japão, Holanda, Coréia, China, Indonésia, Espanha, Egito, Alemanha e Itália. É interessante notar na figura os fluxos de água virtual no planeta.

Quantificando a "água virtual" de alimentos:

A tabela 1 apresenta os valores de água virtual para alguns produtos. Os valores medidos até agora têm, no entanto, variações em função do método de cultivo, do método de avaliação, etc. É importante notar a ordem de grandeza dos mesmos - é ela que dá relevância ao tema.

Produto Água virtual

(litros de água por kg de alimento produzido )

Arroz - 1.400 a 3.600

Aveia - 2.374

Aves/Galinha - 2.800 a 4.500

Azeite de Oliva - 11.350

Azeitona - 2.500

Banana - 499

Batata - 105 a 160

Beterraba - 193

Cana-de-açúcar - 318

Carne de Boi - 13.500 a 20.700

Carne de porco - 4.600 a 5.900

Laranja e outros citros - 378

Leite - 560 a 865

Manteiga - 18.000

Milho - 450 a 1.600

Óleo de soja - 5405

Ovos - 2.700 a 4.700

Queijo - 5.280

Soja - 2.300 a 2.750

Tomate - 105

Trigo - 1.150 a 2.000

Uva - 455

E quanto uma pessoa consome de água virtual?

Considerando-se uma dieta básica com carne, podemos considerar que uma pessoa consome cerca de 4.000 litros de água virtual por dia. A dieta vegetariana requer em torno de 1.500 litros. Um simples café da manhã, como o mostrado na figura, chega a representar o consumo de 800 litros de água virtual!


Água virtual nos alimentos

http://evelyneleandro.wordpress.com/2009/03/25/agua-virtual/

 


Água virtual no comércio global


Consumo de água virtual em diferentes países

A pegada de água de um país inclui duas partes - a interna, oriunda do próprio país, e a externa, oriunda de outros países, portanto, relacionada com as importações.

A pegada de água média global é de 1243 m3 por habitante por ano, e varia muito de país para país. Portugal tem uma pegada de água muito elevada, de 2264 m3/hab/ano, sendo que 54 % da mesma é externa.

Para que se vejam as diferenças, a seguir estão indicadas as pegadas de água médias de alguns países, em m3 por habitante por ano, e entre parentesis, a percentagem da mesma que é externa:

A Água Virtual de um produto ou serviço é a quantidade de água necessária para produzir esse produto, e inclui a soma de toda a água usada em toda a cadeia de produtiva.

O quadro apresentado ao lado mostra a água virtual de vários produtos alimentares e outros não alimentares.

(Fontes: Water Footprint Network, Quercus)


Consumo de água virtual na Alemanha

Consumo de água "virtual" deve ser contabilizado

Agência Estado

A Alemanha consome por ano 159,5 bilhões de metros cúbicos de água, o equivalente a três vezes o volume do Lago de Constança. O número consta de um estudo apresentado nesta segunda-feira (03) pelo WWF, organização mundial ambientalista.

Cada cidadão alemão consome em média 5.288 litros por dia do recurso natural, o que corresponde ao volume de 25 banheiras cheias. Para chegar a esse número, o estudo do WWF levou em consideração o consumo direto e também o indireto, como, por exemplo, a água usada no cultivo de alimentos e nos processos industriais.

Segundo a organização, cada pessoa na Alemanha consome em média 124 litros de água por dia pelo uso direto, ao abrir a torneira. A quantidade de água consumida por uma pessoa, empresa ou país é o que os ambientalistas chamam de pegada aquática. E mais: metade da água consumida é importada, ou seja, foi utilizada em outros países no processo de produção de mercadorias compradas pela Alemanha.

A agricultura é o setor que mais consome água: 117,6 quilômetros cúbicos - 73% do total anual. Mais da metade é importada: a maior parte da água virtual está nos produtos agrícolas importados do Brasil (5,7 bilhões de metros cúbicos, utilizados principalmente na produção de café, soja e carne), da Costa do Marfim (4,2 bilhões) e da França (3,5 bilhões). (Agência Envolverde)

http://www.abril.com.br/noticias/economia/consumo-agua-virtual-deve-ser-contabilizado-485187.shtml

 

Última atualização em Ter, 01 de Setembro de 2009 23:26