Qual é o verdadeiro efeito do efeito estufa?

Ter, 01 de Abril de 2008 14:01 Rodrigo Travitzki
Imprimir
Como biólogo mas, antes, como ser humano, sempre me senti incomodado com o modo pelo qual o homem se relaciona com a natureza. Minha "consciência ecológica" começou, na infância, com normas cotidianas da "boa educação" - como jogar lixo no lixo - ou com idéias díficeis de se entender - como a bomba atômica. Hoje há muito mais elementos na mídia capazes de despertar a "consciência ecológica" das crianças e adultos do planeta.

Isto, na verdade, não é nada bom. Seria melhor que os ecólogos estivessem errados e que o mundo fosse uma grande fonte ilimitada de recursos para o ser humano construir suas engenhocas. Mas, pelo jeito, não é.

Quando vi o filme do Al Gore, "uma verdade inconveniente", achei aquilo bom. Não que tivesse algo de novo - é feito no formato básico Holywood-Discovery Channel. Aquele formato que, além de dar o confortável prazer estético do cinema americano, nos exibe informações precisas e "cientificamente comprovadas". (mais uma vez, Popper chacoalha no túmulo).

O bom do filme foi, na verdade, a reação que provocou nas pessoas. De um momento para o outro, eu passei de "idealista" e "eco-chato" a um respeitável "biólogo ambientalmente consciente". O aquecimento global virou a moda do momento. As pessoas finalmente perceberam que vivem juntas numa pequena bolinha que bóia isolada no meio do nada. Não há saída. Não adianta buscarmos outros mundos para perpetuar nossa sede de conquistas. Precisamos aprender a viver aqui e, de preferência, viver bem.

Como disse, havia tudo para que eu ficasse muuuito feliz com o filme do Al Gore.

Foi então que assisti outro filme, por sugestão de meu colega Mauro Pontes (professor de física do Equipe). Um filme feito pela BBC, no mesmo formato do filme do Al Gore, que coloca em dúvidas o grande consenso científico do momento. (veja o portal de mudanças climáticas da BBC).

Não vou dizer mais nada. Veja o filme e tire suas próprias conclusões.

A grande farsa do aquecimento global


(NOTA: depois de ler algumas críticas a esse filme só consegui chegar a uma certeza. A cultura científica baseada em filmes não tem muito mais de científico que o Jurassic park. Até porque um discurso de fato científico é muito chato, não tem vilão nem mocinho, e isso "Hollywod" não gosta.)

Se quiser leia uma detalhada crítica ao filme no artigo  "The Great Global Warming Swindle": a critique.

Há também em artigo dizendo que o relatório do IPCC, base do filme de Al Gore, não é uma previsão científica, mas sim a "opinião de cientistas transformada por matemáticos e obscurecida pela escrita complexa". Leia o artigo: Global Warming: Forecasts by Scientists versus Scientific Forecasts

E a polêmica continua...

Última atualização em Qua, 02 de Setembro de 2009 00:28